“O prêmio todavia de não ficção – ano 2 propõe a produção de reportagens que iluminem fatos, eventos e questões da nossa vida social, cultural e política“. A editora todavia está em busca de “histórias reais para tempos irreais”, mais especificamente, da melhor proposta original de um livro de não ficção. A reportagem vencedora será editada e publicada pela todavia e o respetivo autor receberá, além de mentoria e acompanhamento, um prêmio monetário no valor de 15 mil reais.

As inscrições são gratuitas e terminam no dia 23 de abril.

Quais os requisitos de participação?

O prêmio está aberto aos autores residentes no Brasil, de qualquer idade, e que sejam titulares exclusivos da obra enviada.