Busca e Pesquisa

"A imaginação é mais importante que a ciência, porque a ciência é limitada, ao passo que a imaginação abrange o mundo inteiro."

Nome Artístico / Nome Fantasia

Coletivo / Grupo -

Ator/Atriz

Sobre

Experiência

Fundado em 1993, o Teatro Circense Andança, hoje composto por Luisa Alves, Madson José, Renata Alves e Rose Assis, se dedica à pesquisa sobre o trabalho teatral e a técnica do palhaço. Mantém um repertório de espetáculos, com os quais, além de oficinas e outras atividades, já percorreu sete estados brasileiros, tendo estado também na Itália e na Áustria. Participou de vários festivais pelo Brasil, dentre eles: Festival Teatro em Cena da Universidade Federal de Passo Fundo – RS; Festival Aldeia do Velho Chico – PE; Festival Nacional de Teatro de Juiz de Fora – MG; Festival Sesc Rio de Inverno -RJ; FEIA Festival do Instituto de Artes da UNICAMP – SP. Foi contemplado com cinco prêmios no IV FESTIN – Festival Campista de Teatro Infantil; 12 prêmios no 4º PROFESTeatro – Festival Nacional de Teatro de Congonhas/MG e 3 prêmios no 6º Festival Nacional de Teatro de Juiz de Fora/MG. Em 1999 iniciou um intercâmbio Cultural com o ator e diretor francês Alain Alberganti, trazendo para a prática do grupo os estudos sobre Grotowsky, Decroux e a Dança Butoh. Em 2001, foi contemplado com o Prêmio EMCena Brasil, do Ministério da Cultura e montou o espetáculo “A Viagem dos Pássaros” dirigido por Alain Alberganti. Em 2002, participou de um projeto de Intercâmbio Cultural em várias cidades do norte da Itália e sul da Áustria. Em 2009, montou o espetáculo “O Cortiço”, contemplado pelo Prêmio Maestro Guerra Peixe de Cultura, na categoria ‘teatro’, como melhor espetáculo. Em 2010, foi contemplado pelo Edital de Montagem de Espetáculos da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro – SEC-RJ, montando o espetáculo “Depois da Chuva” que, posteriormente, foi agraciado com o prêmio Maestro Guerra Peixede Cultura, pela Direção de Arte de Raquel Theo. Em 2015, realizou uma pesquisa (ainda em andamento) com o ator-pesquisador Carlos Simioni/LUME Teatro – SP, sobre a técnica “O ESTADO DE SER DO ATOR”. Em 2016 produziram e realizaram o Projeto “Tem Teatro Por Aí”, circulando com alguns espetáculos do repertório do grupo pelas praças e comunidades da cidade de Petrópolis. Em 2017 recebeu o Prêmio Maestro Guerra Peixe de Cultura, pelo espetáculo “Da outra margem do rio”, na categoria ‘teatro’, como melhor espetáculo. Em 2018 completou 25 anos de existência. Realizou a Mostra Andança 25 Anos e remontou os espetáculos: O Teatro de Serafim e Chororô do Rio. Em 2019 realizou o Festival Riso Solto – 1º Encontro de Palhaços e Circo de Petrópolis; realizaram mais uma edição do Projeto de Circulação de Espetáculos “Tem Teatro Por Aí”, desta vez aprovado no edital do Fundo Municipal de Cultura de Petrópolis; recebeu o Prêmio Maestro Guerra Peixe de Cultura, pelo espetáculo “Chororô do Rio”, na categoria ‘teatro’, como melhor espetáculo; montou o espetáculo “Um Réquiem para Esmeralda- livre adaptação de O Corcunda de Notre Dame.” Integrou o APA – Ateliê de Pesquisa do Ator, do Sesc Paraty, sob orientação de Carlos Simioni e Stephane Brodt – Amok Teatro –RJ de 2016 à 2019.

Endereço (Cidade, Bairro, Rua e Cep):

Petrópolis

- Quitandinha -

Guatemala, 119 -

25650-240

E-mail

teatrocircenseandanca@hotmail.com

Tel. Celular

(24) 9-9292-2085

Tel. Fixo

(24) 2235-2268

Comprovação Cultural

Redes Sociais

Compartilhe

Compartilhe com seus amigos, familiares e conhecidos esse perfil e ajude mais ainda a divulgar o trabalho desse profissional da cultura!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

MAIS PROFISSIONAIS

Andréa Brisson

Leia Mais...

Isabel Gomide

Leia Mais...

Cia Plúmbea

A Cia Plúmbea foi fundada no Rio de Janeiro em 2013, e seu objetivo é uma pesquisa técn...

Leia Mais...