Busca e Pesquisa

"A imaginação é mais importante que a ciência, porque a ciência é limitada, ao passo que a imaginação abrange o mundo inteiro."

Marco Aurêh

Nome Artístico / Nome Fantasia

Pessoa Física -

Músico

Sobre

Nascido em Petrópolis. Iniciou sua carreira em 1979, quando participou de um festival de música no antigo Colégio Ateneu e ficou em primeiro lugar com a música Pássaros do sol, em parceria com Marco Coelho. De lá para cá muitas águas rolaram. Foi um dos fundadores dos grupos Pessoal Aí (1989) e Teatro do Livro Aberto, com Sylvia Orthof (1989). Em 1995, criou a banda LummeN, de música progressiva que executa um trabalho medieval contemporâneo. Em 1991 começou a trabalhar no Rio de Janeiro onde atua frequentemente.

Experiência

Músico, compositor, ator e arte-educador. Especializou-se em composição de trilhas sonoras e direção musical para teatro e audiovisual. Musicou dezenas de espetáculos tendo conquistado diversos prêmios neste setor. Estudou flauta transversa pelo método inglês da Royal School of Music e flauta doce pelo Instituto dos Meninos Cantores (Canarinhos) de Petrópolis com a professora suíça Silva Hummel. Estudou teoria com Paulo Winter e com o maestro Gilberto Bittencourt; harmonia com Guilherme Bauer e harmonia funcional com Ian Guest com quem fez também o curso de Musicalização pelo método Kodaly. Estudou canto com Eva Tuzük e Alba Lyrio. Integrou os corais Unhengar Acé e Contraponto. Desenvolveu estudos autodidáticos no violão, no teclado, no bandolim e na harmônica de boca. Em 1995, fundou em Petrópolis a banda LummeN de música progressiva. Foi produtor, diretor musical, arranjador e intérprete (instrumentista e cantor) de 8 CDs com tendências variadas (música instrumental, progressiva, new age, música para crianças, trilha sonora, nordestina e MPB). Destaques: – “Ao vivo no Rio Jazz Club” – Álbum com a LummeN gravado ao vivo na histórica casa de shows do Rio de Janeiro. Este disco teve grande repercussão no cenário musical da música progressiva nacional e internacional. – “Palma, 12 Ciclos” – Disco de música instrumental progressiva em parceria com Paulo Loureiro. Por este trabalho, Aurêh foi considerado o melhor músico progressivo do ano de 2003, eleito pelo site www.rockprogressivo.com.br. – “Cantando Sylvia Orthof – Músicas de Marco Aurêh” – Reúne uma seleção da parceria entre o compositor e a renomada escritora. O álbum mostra 15 músicas que foram compostas nos anos em que trabalharam juntos em vários espetáculos teatrais dirigidos pela autora. Formou parceria com Ariano Suassuna (autor de “O Auto da Compadecida”) no espetáculo “Coração Mamulengo” musicando textos deste renomado autor, esta trilha também foi lançada em CD em 1999. Ministrou várias oficinas e cursos de expressão sonora (“A força da Música”; “Música e voz no teatro” e “Você Ouve – A importância do som e do silêncio”), na CAL (Colégio de Artes de Laranjeiras); na Escola de Teatro Martins Penna, no Rio de Janeiro; na organização Solidariedade França Brasil (RJ); no Simpósio Internacional de Contadores de Histórias (RJ-2008) e em várias outras cidades como Curitiba-PR, Passo Fundo – RS, Teresópolis-RJ e Cataguazes -MG. Ministra aulas de musicalização desde 1984. Trabalhou nos colégios (Bem-me-quer; Escola CENA; Escola Criativa Idade e Colégio ALAOR) Lançou 3 discos infantis com seus alunos: “Voz em Cena Sem Borracha” (1999), com crianças de 2 a 8 anos de idade; “A Voz da Criativa Idade 1 e 2”(2000/2001) com crianças de 2 a 12 anos. Foi integrante do quarteto DaCapo de música instrumental que trabalhou com a Cia Peaberus de dança (dissidentes da Cia Vitor Navarro) com a qual realizou um projeto de música ao vivo e dança. Como articulista e escritor publicou diversos artigos no Jornal Tribuna de Petrópolis, Vertente Cultural e Culturarte (do qual foi um dos fundadores e integrante do conselho editorial); Assinou colunas de música nos jornais O Diário de Petrópolis e Poiésis (tabloide em que é membro do conselho editorial desde a sua fundação); Criou o programa de rádio “Tribuna Progressiva”, que produziu e apresentou (com Claudio Fonzi). O programa especializado em música progressiva teve ótima repercussão no cenário nacional e ficou no ar durante quatro anos (1994 a 1998) na Rádio Tribuna FM (108.5) de Petrópolis. Foi produtor e apresentador do programa “CAMARIM”, na TV Petrópolis, canal 10; programa de entrevistas com foco na arte e na cultura em geral, de 2013 a 2018. PRÊMIOS Foram 6 (seis) indicações ao prêmio Coca- Cola de Teatro na categoria Melhor Música 1994, 1995, 1996-(RJ), 1996 (SP), 1998, 1999 (RJ). Aurêh tornou-se um dos recordistas de indicações nesta categoria tendo conquistado o prêmio em 96 / RJ. Durante os 12 anos de existência, este concurso contou com ilustres concorrentes como os compositores Edu Lobo, Paulo Jobim, Eduardo Dusek, Paulo César Medeiros, Tim Rescala, Ian Guest , entre outros. – PRÊMIO SHARP DE TEATRO (RJ) 1994 (indicação) / CATEGORIA MELHOR ESPETÁCULO COM “O PÁSSARO DO LIMO VERDE” e O MENINO DETRÁS DAS NUVENS (1998) – PRÊMIO COCA-COLA DE TEATRO (RJ) 1998 (indicação) / CATEGORIA MELHOR MÚSICA COM A TRILHA SONORA DO ESPETÁCULO “CONVERSA DE PESCADOR”. – PRÊMIO DE MELHOR MÚSICA ORIGINAL NO XVIII FESTIVAL NACIONAL DE TEATRO DE S.J. DO RIO PRETO – SP 1998 PELA TRILHA SONORA DO ESPETÁCULO “O MENINO DETRÁS DAS NUVENS”. – PRÊMIO DE MELHOR SONOPLASTIA NO XVIII FESTIVAL NACIONAL DE TEATRO DE S.J. DO RIO PRETO – SP 1998 PELA TRILHA SONORA DO ESPETÁCULO “O MENINO DETRÁS DAS NUVENS”. – PRÊMIO DE MELHOR SONOPLASTIA NO IV FESTIVAL NACIONAL DE TEATRO DE CAMPOS-RJ PELA TRILHA SONORA DO ESPETÁCULO “A ÚLTIMA ESTÓRIA”. – PRIMEIRO COLOCADO NO I CONCURSO BANDA X BANDA (1989) PELA ATUAÇÃO E COMPOSIÇÃO DAS MÚSICAS DA BANDA VENTO. – BI-CAMPEÃO DO II CONCURSO BANDA X BANDA (1992) NOVAMENTE PELA ATUAÇÃO E COMPOSIÇÃO DAS MÚSICAS DA BANDA VENTO. – PRÊMIO MARIA CLARA MACHADO (RJ) – 2002 (indicação 1o semestre) – CATEGORIA MELHOR MÚSICA PELA TRILHA SONORA DE “O CAVALO TRANSPARENTE”. – PRÊMIO/HOMENAGEM CBTIJ (Centro Brasileiro de Teatro para Infância e Juventude) RJ – 2003 – Prêmio de reconhecimento pelo conjunto da obra musical voltada para o público infantil e juvenil. – MELHOR MÚSICO PROGRESSIVO DE 2003 (BRASIL) – Eleito pelo site www.rockprogressivo.com.br – PRÊMIO JOAQUIM GOMES DOS SANTOS pela EXPRESSIVA ATIVIDADE ELEVADORA DA CULTURA PETROPOLITANA (2012) – Academia Petropolitana de letras. DISCOGRAFIA: – CANTANDO SYLVIA ORTHOF, MÚSICAS DE MARCO AURÊH – CD INDEPENDENTE (2003) ATUOU COMO CANTOR, MÚSICO E ARRANJADOR. – PALMA, 12 CICLOS – CD / SOM INTERIOR (2003) – MÚSICA INSTRUMENTAL PROGRESSIVA. ATUOU COMO COMPOSITOR, MÚSICO E ARRANJADOR. – AO VIVO NO RIO JAZZ CLUB – LUMMEN – CD / SOM INTERIOR (1999) – ATUOU COMO VOCALISTA, MÚSICO E AUTOR DAS MÚSICAS. – A VOZ DA CRIATIVA IDADE I e II – CD INFANTIL (2000/2001) – CANTOR, COMPOSITOR E DIRETOR MUSICAL. – CORAÇÃO MAMULENGO – CD INDEPENDENTE (1999) – TEXTO DE ARIANO SUASSUNA. ATUOU COMO CANTOR, MÚSICO, ARRANJADOR E AUTOR DAS MÚSICAS. – VOZ EM CENA – SEM BORRACHA – CD INFANTIL (1999) – CANTOR, COMPOSITOR E DIRETOR MUSICAL. – PIPÓCOLIS – DISCO VINIL INFANTIL (1984) – ATUOU COMO CANTOR, FLAUTISTA E COMPOSITOR. – RODA DE CANTIGAS – SELO RÁDIO MEC (2007) – CD DO CANTOR E COMPOSITOR, ZÉ ZUCA – ATUOU COMO ARRANJADOR E MÚSICO. PRINCIPAIS PARTICIPAÇÕES EM OUTROS DISCOS: – THE BOOCK OF COMEDY – ANIMA DOMINUS – CD (1999) / ATUOU COMO FLAUTISTA. – BLUE DESERT – CD DE MÚSICA INSTRUMENTAL DO TECLADISTA ANDRÉ MELLO (2000) – ATUOU COMO FLAUTISTA. – ANNO LUZ – ÁLBUM DE VINIL DE MÚSICA INSTRUMENTAL (1987) – ATUOU COMO FLAUTISTA / RELANÇAMENTO EM CD PARA O ANO 2001. – THE DOWN AFTER THE STORN – TEMPUS FUGIT – CD MÚSICA PROGRESSIVA (2000) – ATUOU COMO FLAUTISTA. – QUERO FOGO – INDEPENDENTE (2007) – CD DO CANTOR E COMPOSITOR CÉSAR NASCIMENTO. – SERGIO HINDS – ALIVE – DISCOS ARLEQUM (2011) – CD DO CANTOR E GUITARRISTA (O TERÇO) – ATUOU COMO FLAUTISTA; – CANZONE PER TE – DISCOS ARLEQUIM (2012) – CD DA CANTORA DANIELA COLLA INTERPRETANDO MÚSICAS DE ROBERTO CARLOS EM ITALIANO – ATUOU COMO FLAUTISTA. – MINAS, CANTOS E QUINTAIS – Banda Únitri – Gravadora Genesis/Arlequim (2013) – Selo T-Records – flautista. PRINCIPAIS ESPETÁCULOS – TRILHAS E DIREÇÕES MUSICAIS – ROUPAS DE BAIXO (1986) – Direção de Henry Pagnhochelli (Comédia). – A HISTÓRIA DE LENÇOS E VENTOS (1987) – Direção de Caíque Botkay. – O CAVALO TRANSPARENTE (1988) – Texto e Direção de Sylvia Orthof. – O CABARET DA REPÚBLICA (1989) – Texto e Direção de Sylvio C. Filho. – PONTO DE TECER POESIA (1989) – Texto e direção de Sylvia Orthof. – A HISTÓRIA DE TONY E CLÓVIS (1991) – Texto e Direção de Carlos Augusto Nazareth. – BACO, O TEATRO (1991) – Texto e Direção de José Facury (Teatro de revista). – O PÁSSARO DO LIMO VERDE (1994) – Texto e Direção de C. A Nazareth. – TEATRO DE BRINQUEDO (1995) – Grupo Sobrevento (Adulto) – Direção de Luis André Querubini. – O EQUILIBRISTA (1996) – Direção de Marcia Duvalle. – MARTIM CERERÊ (1996) – De Cassiano Ricardo, Direção Sylvio C. Filho. – SOLENIDADE DE ENTREGA PRÊMIO COCA-COLA DE TEATRO (1996) – composição e a direção musical da trilha sonora executada ao vivo no Canecão-RJ. – O MENINO DETRÁS DAS NUVENS (1997) – Texto e Direção de Carlos A. Nazareth. – CONVERSA DE PESCADOR (1998) – Direção de Andrea Dantas. – CORAÇÃO MAMULENGO (1998) – De Ariano Suassuna, Direção Carmem Leonora. – VIAGEM À TERRA DOS PAPAGAIOS (1999) – Direção de Marcos França. – LENDAS DO MUNDO (2000) – Encenação, roteiro e direção de Marco Aurêh e Mario Mendes. – MEL ME QUER, MAL NÃO QUER (2002) – Direção de Ângelo Turcci. – CANTANDO SYLVIA ORTHOF (2004) – Texto e direção de Marco Aurêh. – A RODA DA HISTÓRIA (2005) – Direção de Ângelo Turcci. – JOÃO DO VALE O POETA DO POVO (2006) – Direção de Maria Helena Künner. – A MENINA QUE MOFOU NAS FÉRIAS (2007) – de Laura Nessimiam – direção de Rodrigo Gerstner. – MANI (2007) – montagem de Jorge Abreu e Cia. – TECENDO VASSALISA, UM CONTO RUSSO (2008) – Direção de Mônica Alvarenga. – RODA DE CANTIGAS (2009) – Direção de Zé Zuca. – IGY, A ARTE DA VIDA (2010) – Cia Muito Franca de Teatro. – RAÍZES (2011) – Cia articulação de Bonecos. – TRILHA SONORA AO VIVO DA SOLENIDADE DE ENTREGA DO PRÊMIO MAESTRO GUERRA-PEIXE DE CULTURA (2010/ 2011/2012 – 2017-2018-2019) – Composição arranjos, direção musical e direção geral; – O FLAUTISTA DE HAMELIN (2014) – Texto, músicas e direção geral; – CARRETEL DE HISTÓRIAS (2014) – Com o grupo homônimo, direção de Clóvis Levi; – O PEQUENO PRÍNCIPE (2015) – Letras, músicas e direção musical; – FRANCISCO, DO TEMPO EM QUE SE NASCIA BUFÃO – (2016) – Cia Teatrum Mundi – Direção de Angelo Turci; – A ESTRELA DO CIRCO (2016) – De Leo Gaviole – Assina a trilha sonora e a Direção geral; – FIRMINO TRANCOSO, O VALENTE DO SERTÃO (2018) – Cia Articulação – Assina trilha sonora (com Michel Souza) e direção musical; O MENINO DETRÁS DAS NUVENS (2019) remontagem.

E-mail

marcoaureh@gmail.com

Tel. Celular

(24) 9-8817-8330

Tel. Fixo

(__) ____-____

Comprovação Cultural

Redes Sociais

Compartilhe

Compartilhe com seus amigos, familiares e conhecidos esse perfil e ajude mais ainda a divulgar o trabalho desse profissional da cultura!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

MAIS PROFISSIONAIS

Gabriel Silva

Meu trabalho transita entre Blues soul e MPB, Iniciei meu trabalho com a Banda Enigma, ...

Leia Mais...

Belle

Sou musico e professor , participo de vários projetos aqui em Petrópolis. Trabalho com ...

Leia Mais...

Qorpo

Vítor C. S. de Paiva, 27 anos, produtor musical, engenheiro de mixagem e masterização, ...

Leia Mais...