Busca e Pesquisa

"A imaginação é mais importante que a ciência, porque a ciência é limitada, ao passo que a imaginação abrange o mundo inteiro."

Satura Companhia de Teatro

Nome Artístico / Nome Fantasia

Coletivo -

Ator/Atriz

Sobre

Experiência

“Vem Que Tem”… foi com esse nome que nasceu a “Satura Companhia de Teatro”, em Petrópolis no Rio de Janeiro, em 1993. Fundada pelo ator, diretor e dramaturgo Fred Justen, a companhia era composta por jovens estudantes cheios de criatividade e energia para a produção teatral. Os primeiros trabalhos da companhia focaram apresentações em escolas da cidade e a primeira montagem a ser apresentada em um teatro foi “A Família que Balança, mas Não Cai”. Com a característica de criar e vencer desafios, que faz parte do perfil da companhia desde sua criação, ainda em 1993, o grupo se aventurou na produção do primeiro filme de sua trajetória. Na época a companhia era formada integralmente por alunos da Escola Santa Maria Goretti. Então, a ideia foi deixar um registro sobre a vida da santa que dá o nome à instituição. Assim, Fred Justen escreveu e dirigiu “A Púrpura do Martírio”, com a participação de mais de 40 alunos da escola. A gravação foi realizada nos arredores da Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, no bairro Bingen. O filme foi premiado na Mostra Nacional de Filmes Estudantis, no Rio, sendo vencedor em nove categorias. Durante muitos anos, a companhia seguiu com apresentações em escolas, teatros, empresas, festivais, feiras e praças, levando ao público espetáculos e performances teatrais com temas variados. Em 1998, a companhia teve a segunda experiência nas telinhas com a gravação do longa-metragem, “Nuvem Negra”, finalizado pela Rio-Filmes. Com roteiro e direção de Fred Justen, o filme narra a saga da família Fonseca, que sofre com as maldades perversas do filho mais velho Justino . A companhia se manteve com o nome “Vem Que Tem” até o ano de 2008, quando já com uma nova estrutura, mais profissionalizada, passou a se chamar então, “Satura Companhia de Teatro”. E foi com o clássico do teatro e da literatura portuguesa, “Auto da Barca do Inferno”, de Gil Vicente, que a companhia deu início a sua nova fase. Hoje, a “Satura Companhia de Teatro” reúne mais de 20 espetáculos adultos e infantis, entre os quais alguns musicais, sócio-educacionais, leituras dramatizadas, teatro empresa e performances, que já contemplaram mais de 50 mil pessoas em diversas cidades do Rio de Janeiro e do Brasil. Conta atualmente com mais de 20 profissionais entre atores, diretores, autores, músicos e demais profissionais da classe artística que contribuem para a cultura e formação de plateia na cidade e fora dela. Nos últimos anos, a Satura viveu grandes marcos em sua história. Em 2015, nas comemorações de 22 anos de existência, e por que não dizer resistência, a Satura produziu o musical “Ópera Insânia”, que contou com a supervisão da atriz Elke Maravilha. A partir desse trabalho, Elke se tornou madrinha da companhia, juntamente com seu irmão Frederico Grunnup, que hoje é o padrinho da Satura. No mesmo ano, a companhia produziu também o infantil sócio-educativo, “Nas Águas da Realeza – Uma Viagem pelo Velho Chico”. Esses trabalhos renderam dois prêmios culturais, o Prêmio Maestro Guerra Peixe 2016 e o prêmio por seleção e apresentação no 1º Intercâmbio de Teatro Internacional de Santa Teresa, no Espírito Santo respectivamente, o espetáculo também saiu com 3 indicações no 14º Festival Nacional de Teatro de Duque de Caxias, melhor ator coadjuvante, melhor atriz e melhor figurino. Este último trabalho proporcionou à companhia um convite para se apresentar em Cali, Colômbia pela Compañia de Artes Escênicas Em Teatro. Ainda em 2016 a Satura montou Androfóbicas, uma comédia igualmente marcante para a trajetória da companhia, que teve a supervisão da atriz Rogéria. O espetáculo fez uma temporada em 2017 de enorme sucesso no Teatro Municipal Café Pequeno, no bairro do Leblon, no Rio de Janeiro e conquistou o público carioca. No ano de 2018 a companhia completou 25 anos de existência e foi convidada pelo Sesc Quitandinha para participar da Mostra Regional de Artes Cênicas com o espetáculo Porão de Baleias, que teve a supervisão do renomado diretor teatral Moacir Chaves. E em fevereiro de 2019, a Satura inaugura sua tão sonhada sede no centro de Petrópolis, com o nome de Núcleo Satura Companhia de Teatro, onde promove ensaios, oficinas, e cursos de teatro, ministrados pelo diretor da companhia Fred Justen. O espetáculo Nas Águas da Realeza, foi convidado pela Prefeitura da Cidade de São Paulo, através da Secretaria Municipal de Cultura a realizar uma temporada em várias bibliotecas de São Paulo, levando teatro e cultura para o público paulista. E fechando 2019 a companhia estreou seu mais novo e ousado espetáculo musical Jorge, O Santo Guerreiro no Sesc Quitandinha. Com um sucesso arrebatador, a plateia se emocionou com a história da vida e do martírio de São Jorge da Capadócia.

Endereço (Cidade, Bairro, Rua e Cep):

Petrópolis

- Bingen -

Servidão Jorge Winter - 35 -

25665-480

E-mail

direcao@saturaciadeteatro.com

Tel. Celular

(24) 9-9209-7886

Tel. Fixo

(__) ____-____

Comprovação Cultural

Redes Sociais

Compartilhe

Compartilhe com seus amigos, familiares e conhecidos esse perfil e ajude mais ainda a divulgar o trabalho desse profissional da cultura!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

MAIS PROFISSIONAIS

Nathan Cardoso

Ator e Circense. Possui o Ensino Médio completo e Técnico e estudou nas escolas Liceu M...

Leia Mais...

Gabriel Saito

Ator e estilista formado, realizo trabalhos autorais que mesclam as experiências com mo...

Leia Mais...

Jon Costa

Nascido em Petrópolis, onde iniciou os estudos artísticos por volta dos 20 anos com for...

Leia Mais...