Busca e Pesquisa

"A imaginação é mais importante que a ciência, porque a ciência é limitada, ao passo que a imaginação abrange o mundo inteiro."

Pita Cavalcanti

Nome Artístico / Nome Fantasia

Pessoa Física -

Ator/Atriz

Sobre

ATUO NO TEATRO DESDE 1986 NO GRUPO TEATRAL PESSOAL AÍ FAZENDO PRODUÇÃO TEATRAL, CENÁRIO, FIGURINOS, DIRIGINDO PEÇAS, ATUANDO E DANDO AULAS DE TEATRO PARA ADULTOS. DURANTE 6 ANOS DEI AULAS DE TEATRO PELA PREFEITURA PARA A MELHOR IDADE, E NO PROJETO CIRANDA DAS ARTES, PARA JOVENS. ATUAMOS NO CICLO DE LEITURAS DRAMATIZADAS NO PALÁCIO RIO NEGRO HÁ UNS 5 ANOS. CONSELHEIRA PELO SEGMENTO DO TEATRO POR 3 VEZES. O PESSOAL AÍ FOI INDICADO AO PRÊMIO DE CULTURA ESTADUAL EM 2012/13.

Experiência

Pita Cavalcanti, atriz, diretora, produtora cultural, professora de teatro no projeto “Ciranda das Artes” para a melhor idade e jovens desde 2005, cenógrafa, figurinista e mediadora de leitura. Cofundadora, diretora artística do Grupo Teatral Pessoal Aí ao qual pertence há 34 anos. O grupo foi dirigido por Henri Pagnoncelli, Caíque Botkay, Sylvia Orthof, Sylvio Costa Filho, Pita Cavalcanti. – Diretora dos espetáculos (entre outros): – “A inconveniência de ter coragem” de Ariano Suassuna, 2017. Indicação para o Prêmio Guerra Peixe de Cultura de 2018. Leitura dramatizada – IX Mostra de Teatro de Petrópolis, 2014; -“O Trombone e o Fuzil”, texto de Sylvio Costa Filho, que tem como tema a “Casa da Morte”, local de tortura usado pela ditadura nos anos 70 em Petrópolis, 2012. Indicação para o Prêmio Guerra Peixe de Cultura, 2013. – O Grupo Pessoal Aí recebe o Prêmio Reynaldo Chaves da Academia Petropolitana de Letras para as Artes Cênicas, pelo trabalho de 2017. – Homenagem de teatro “PRÊMIO ABELARDO ROMERO”, do programa “Bastidores”, março/14. – Indicação do Grupo Pessoal Aí, pela Secretaria do Estado ao “Prêmio de Cultura do Governo do Estado do Rio de Janeiro” 2012/2013. – Idealizadora e atriz do Ciclo de Leituras Dramatizadas no Palácio Rio Negro desde 2012. – Desde os anos 90 atua na performance em homenagem a “Santos Dumont”, como D. Eulália (a governanta da “Encantada”), e como Marcelle Grandcey, amiga francesa do mesmo, na “Encantada”, casa de Santos Dumont em Petrópolis e em Feiras de Turismo em diversas cidades. – Comissão organizadora e realizadora da VIII Mostra de Teatro de Petrópolis, 2013. – Conselheira titular do segmento de Teatro junto ao Conselho Municipal de Cultura, 2013. – Eleita delegada nas Conferências Municipal e Estadual de Cultura no ano de 2013. – Participante na Conferência Nacional de Cultura (2011), em Brasília. – Eleita delegada nas Conferências Municipal e Estadual de Cultura no ano de 2010. – Recebeu o Prêmio Reynaldo Chaves da Academia Petropolitana de Letras para dramaturgia e trabalho cênico no ano de 2001. – Agraciada com o prêmio de Personalidade Feminina da Cultura, 1996, concedido por entidades e pela imprensa petropolitana pelo trabalho de concepção e realização do espetáculo “Martim Cererê”. – Idealizadora e atriz no Projeto Mambembe-Caravana Cultural que nos anos 90 percorreu bairros e distritos de Petrópolis levando o teatro às comunidades.

E-mail

pitarc@gmail.com

Tel. Celular

(24) 9-8855-5412

Tel. Fixo

(24) 2248-5412

Comprovação Cultural

Redes Sociais

Compartilhe

Compartilhe com seus amigos, familiares e conhecidos esse perfil e ajude mais ainda a divulgar o trabalho desse profissional da cultura!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

MAIS PROFISSIONAIS

Flavia Miranda

Flavia Miranda Graduada em Educação Artística (Licenciatura Plena) titulação Artes Plá...

Leia Mais...

Satura Companhia de Teatro

Leia Mais...

de Assis

Sou atriz, Integrante do Teatro Circense Andança desde 1998, onde além de trabalhar com...

Leia Mais...